Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Nobel da Física 2013


O Nobel da Física 2013 distinguiu o belga François Englert e o britânico Peter Higgs, dois dos físicos teóricos que, há cerca de 50 anos, postularam a existência de uma partícula elementar que confere massa a todas as outras.
 
Ouçamos Carlos Fiolhais a  propósito deste prémio  e do referido bosão

 "Vejamos" mais algumas achegas sobre o bosão de Higgs aqui , aqui, aqui e  aqui.

Também o endereço que segue nos conduz a um conjunto de 4 "lições" sobre o bosão de Higgs e o "seu passado"
 

Assunto fascinante, este "mundo novo" que se abre aoentendimento humano. Já dediquei dois poemas ao referido bosão. O último consta do meu último livro “entre margens” que irá ser apresentado no Porto no próximo dia 23, pelas 16h,  no espaço Vivacidade

Um novo Graal

 Uma onda de desassossego 

varreu a mente de Peter Higgs

quando, placidamente, 

caminhava nas “Highlands”…

Placidamente, sim ou não?

E a onda (ou seria o bosão?)

continuou em progressão no espaço-tempo..

A partícula de Deus, peça fundamental

que ao modelo padrão convém,

existirá ou não?

Subtil, da mente humana 

parece não querer ficar refém.

Embora pesada, à nossa escala é leve

e o seu tempo, esse  é muito breve.

E o desassossego?

Esse, nem leve, nem breve…

São outros os cavaleiros, outro o Santo Graal.

Porventura igual, o desassossego da mente.

Assim a condição humana.

Gouveia.R, in Entre margens, 2013

 Finalizo com um excerto da 9ª Sinfonia (Sinfonia do Novo Mundo) de Dvorak, orquestra dirigida pelo brilhante maestro Gustavo Dudamel

4 comentários:

  1. Há dois anos escrevi sobre o Dudamel no meu antigo blogue, tinha ele sido escolhido para dirigir a orquestra de Los Angeles, pouca gente o conhecia...
    O teu poema é fantástico, como são outros que tens. Não devo poder ir no dia 23, mas até lá saberei. Para já mal me aguento em pé!

    Bjinho

    ResponderEliminar
  2. Um blog para ler e estudar com tempo. Obrigada Regina.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho andado a ler com calma e atenção Muitos dos assuntos, que para mim eram quase desconhecidos, fiquei a conhecer através das suas aulas na UPP. Mas aprofundar e aumentar o conhecimento é muito difícil. No entanto vou tentando e as suas indicações são preciosas. Uma palavra também sobre o seu poema que é muito bom. Não deixarei de ir à apresentação do seu livro, a não ser que haja um forte impedimento, mas terei de chegar um pouco mais tarde.
      Um beijo.

      Eliminar
    2. Obrigada às duas.
      Um grande beijinho
      Regina

      Eliminar