Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Carta de amor ao planeta Terra

Vi há dias  o filme Sal da Terra de Wim Wenders  e Juliano Salgado, filho de Sebastião Salgado,
de que deixo este  trailer

Deixo também uma entrevista a Wim Wenders, a propósito do filme. O som não é famoso...  



Sebastião Salgado, um dos mais reconhecidos e premiados fotógrafos brasileiros da actualidade, regressa a Lisboa para apresentar Génesis, o seu mais recente trabalho.
Numa parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa, a EGEAC e a Terra Esplêndida, Génesis abre ao público no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional no dia 10 de Abril, onde estará patente até 2 de Agosto de 2015.
Dedicada aos últimos redutos naturais e humanos de um planeta ameaçado, esta exposição é composta por mais de duas centenas de fotografias, fruto de 8 anos de trabalho e de mais de 30 viagens por diversas partes do globo.
No seu estilo muito característico, que lhe valeu a admiração do público, recorrendo a imagens a preto e branco de grande formato, com enorme impacto e beleza, Génesis constitui simultaneamente uma sentida homenagem ao planeta Terra e um alerta para a urgente necessidade de o preservar.
Organizada em 5 secções, Sul do Planeta, África, Santuários, Terras a Norte e Amazónia e Pantanal – cinco ecossistemas, em sentido lato, que Sebastião Salgado e a curadora da exposição, Lélia Wanik Salgado, consideraram melhor traduzirem as dinâmicas da natureza –, Génesis apresenta ao público ambientes que até agora conseguiram escapar às transformações impostas pela sociedade moderna, continuando assim quase intactos. 

Sobre a exposição Génesis, uma carta de amor ao planeta, podemos  encontrar  muitas referências como esta  que apresenta cerca de 30 fotos e onde pode ler-se
Uma carta de amor ao nosso planeta, "escrita" não com as letras do alfabeto mas com as imagens: eis as novas fotografias de Sebastião Salgado, reveladas num preto e branco de tons acentuados, que mostram a beleza da Terra no seu esplendor primordial.

Neste outro site podemos ver um vídeo muito interessante, tal como
aqui  podemos ver várias fotos.
Mais fotos podem ser vistas aqui tal como no vídeo que segue



Num outro site podem acompanhar uma entrevista ao casal Salgado. 


E a propósito deste apelo à conservação da natureza, termino com  este momento de grande ternura



3 comentários:

  1. Tenho um livro de fotografias de Sebastião Salgado que mefoi oferecido pelo meu pai ainda eu era solteira. É um fotógrafo ímpar, só é pena a exposição ser em Lisboa. Muito interessantes os vídeos e os textos. Este blogue continua a ser uma referência.

    Bjinho

    ResponderEliminar
  2. Olá Regina, os teus post são demasiado extensos e incluem diversificada informação e como eu já só uso o iPad a letra torna-se muito pequena e o texto compacto, daí não aparecer com mais frequência!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada às duas.
    Ultimamente tenho tido o tempo demasiado ocupado e
    consequentemente tenho escrito muito menos que o habitual. Por isso quando escrevo tento condensar um pouco o muito que gostaria de partlhar.
    Bjs
    Regina

    ResponderEliminar