Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quarta-feira, 4 de abril de 2012

O Desenho contado em Cinco séculos


Integrada nas actividades da escola Utopia decorreu uma  visita, guiada pelo professor Domingos Loureiro, ao Museu da Faculdade de Belas Artes do Porto (FBAUP), onde está patente parte de uma exposição de desenhos intitulada "5 Séculos de Desenho".

O Desenho contado em Cinco séculos

O que têm em comum um desenho original de Leonardo da Vinci, o trabalho a carvão de Henrique Pousão e o traço inconfundível de Siza Vieira? A partir do próximo dia 15 de março, todos eles servirão para contar "Cinco Séculos de Desenho na Coleção da Faculdade de Belas Artes da U.Porto", título da exposição que promete marcar o cartaz cultural da cidade ao longo dos próximos meses, tendo como pano de fundo as comemorações do Centenário da Universidade do Porto.

A proposta é tão ambiciosa quanto simples: dar a conhecer, através do
desenho, toda a História do pensamento. Na prática, está-se a falar de uma das mais valiosas coleções artísticas alguma vez apresentadas por uma Escola portuguesa, resultado da reunião de mais de 300 peças - muitas das quais nunca antes expostas ao público - pertencentes ao acervo da Faculdade de Belas Artes da U.Porto (FBAUP). É através delas que o visitante será convidado a traçar um percurso único desde a Florença do Renascimento até ao Porto do século XXI, tendo como fio condutor o Desenho, "disciplina nuclear" do ensino artístico na cidade.

Uma viagem no Tempo e na Arte é o que se espera de uma exposição
comissariada por Francisco Laranjo, diretor da FBAUP, e que estará dividida em três núcleos, distribuídos entre a FBAUP e o Museu Nacional Soares dos Reis (MNSR). O primeiro núcleo, coordenado por Mário Bismarck, mostra no Museu da FBAUP uma série de desenhos italianos dos séculos XVI e XVII, onde se destaca uma obra original de Leonardo da Vinci, datada de 1480 (A rapariga lavando os pés a uma criança, na foto). I
magem que consta no folheto acima
Ainda na FBAUP, o visitante vai começar a desvendar os 232 anos de história do ensino artístico no Porto através dos desenhos da Academia (2º núcleo), um conjunto de obras dos séculos XVIII e XIX reunidas por Mário Bismarck e Vítor Silva, e assinadas por artistas como Francisco Vieira Portuense, Henrique Pousão e Acácio Lino.

 Os dois primeiros núcleos da exposição vão estar patentes no Museu da FBAUP de 15 de março a 22 de abril de 2012 e podem ser visitados todos os dias, das 10 às 18 horas. Para os interessados haverá ainda cinco visitas guiadas pelos comissários, podendo ser agendadas visitas durante a semana, mediante marcação. Já o 3º núcleo permanecerá no MNSR até 24 de junho.

O bilhete para os dois primeiros núcleos varia entre os 1,50 euros (bilhete simples) e os 3 euros (com visita guiada). A entrada é gratuita para todos os estudantes da U.Porto (mediante a apresentação do cartão de estudante) sendo que a 22 de março, Dia da Universidade, a exposição estará aberta a toda a população.


Após a visita ao museu da FBAUP fomos visitar a Igreja de Santa Clara. Já a tinha visitado mas toca-nos sempre. Podemos aperceber-nos  da riqueza da talha dourada nos vídeos que anexo,  um deles  acompanhado pela voz de Mariza


Quando a visita acabou, apercebi-me de que ainda tinha tempo de visitar o terceiro  núcleo no Museu Soares dos Reis.

O Desenho contado em Cinco séculos (continuação)

O terceiro núcleo vai habitar as salas do MNSR a partir de 23 de março (18h00) e resulta da recolha (coordenada por Ana Paula Machado, Fátima Lambert, Francisco Laranjo e Laura Castro) de mais de 150 obras doadas especialmente para a exposição por artistas contemporâneos (séculos XX e XXI), todos eles ligados à Escola de Belas Artes do Porto. Integram este núcleo Júlio Resende, Fernando Lanhas, Siza Vieira, Álvaro Lapa, António Quadros Ferreira, Nadir Afonso, Jorge Pinheiro, entre muitos outros.


Ora entre esses muitos outros tive o prazer de encontrar um desenho de Lourdes Sendas, minha amiga desde a Escola Primária, pintora que foi aluna da ESBAP.
Liguei-lhe de imediato e espero, em breve, ter mais uma vez o prazer da sua visita.

3 comentários:

  1. Vou tentar ver alguma coisa dessa exposição. Deve ser muito valiosa e digna de ser visitada. Fiquei cheia de curiosodade.
    Já tomei nota na agenda.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Quero ver essa exposição, aliás já a tinha publicitado no meu blogue. Ontem tinha fisioterapia não poderia ir convosco. Ainda bem que valeu a pena.

    Bjo

    ResponderEliminar
  3. Obriga, Gina, pela informação e tb pelo convite que já aceitei.

    ResponderEliminar