Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Feliz Natal






Feliz Natal


Pressente-se no ar o Natal,
grávido de aromas e sabores:
musgo, canela, nozes, mel...
Mas, lá longe,
olhos tristes vagueiam entre céu e mar.
Para quando serenas travessias,
sem corpos tragados pelas vagas?
Para quando suaves melodias
em vez do som de mísseis e petardos?
Para quando, a estrela de Natal
anunciando a paz que tanto tarda?
Regina Gouveia

2 comentários: