Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Sublime e Constrangimento


No passado dia 17, à tarde, decorreram na FAUP  as provas de doutoramento de Domingos Loureiro. Não pude comparecer pois, como já referi, estou a fazer uns tratamentos no Hospital de Santo António (nada de grave, felizmente) que têm lugar precisamente às segundas e quartas de tarde.
Quando lhe telefonei a felicitá-lo e simultaneamente a explicar a minha ausência, disse-me que na Faculdade poderia ver os trabalhos apresentados, pois estariam expostos até ao dia 19.
No dia 18 de manhã, aproveitando um tempo livre fui lá e, por sorte, encontrei-me com ele.

Deixo alguns documentos relacionados com a dissertação bem como fotos de dois trabalhos (acrílico sobre plexiglass, montado em estrutura de cobre),  tiradas com o meu celular





Os trabalhos constaram  da exposição “Em Direção ao Azul”, que (sic)
revelou parte da investigação(...)  no âmbito do Doutoramento(...). Trata-se de pintura sobre vidro acrílico, em que a pintura de cariz gestual é realizada de modo inverso à pintura tradicional, registando um acontecimento na qual a eminência de erro é paralelamente um risco e um estímulo. É mais uma manifestação da dependência que o artista tem e da qual não procura a cura. Quanto ao azul, diz, que mais do que uma cor, é um estado emocional.



Como dei conta numa mensagem neste blogue,  em 2011 pude estar presente nas provas de Mestrado que concluiu com 19 valoresCito  alguns excertos dessa mensagem:

O júri referiu-se ao talento do artista, à sua generosidade e modéstia.
Contrariamente a alguns intelectuais jovens e não só, cuja petulância esconde muitas vezes uma mediocridade tangível, Domingos Loureiro oculta, por detrás da sua modéstia , um enorme talento e uma enorme generosidade.

A paisagem está muito presente em toda a sua obra, mas numa perspetiva de contemporaneidade. Entre as suas obras contam-se trabalhos notáveis em madeira, onde as árvores se tornam o objeto predileto de representação"

São de Domingos Loureiro as palavras que seguem e que podem ser lidas nesta entrevista

"O meu trabalho artístico e a investigação que realizo têm a paisagem como elemento primordial, especialmente na relação entre a experiência física da Natureza e a experiência física do acto de pintar uma memória dessa mesma Natureza. Assim ao nível da geografia, retenho um sem número de memórias das paisagens (quase) naturais do concelho, especialmente a Serra de Santa Justa e o vale do rio Ferreira, mas não posso dizer que sejam essenciais no meu trabalho.
Existe uma relação de nostalgia entre aquilo que vejo e aquilo que recordo, não conseguindo esclarecer se aquilo que estou a ver actualmente é exactamente aquilo que lá está".
Tive o enorme privilégio de ser aluna de Domingos Loureiro na Escola Utopia mas referir-me-ei a isso na próxima mensagem.










4 comentários:

  1. A obra do Prof. Domingos é impar. Nunca vi trabalhos em madeira que me impressionassem tanto. Como pessoa é duma humildade extrema, inteligente, culto, o que os ingleses chamam "loveable". Tb o recordo com saudade. Foram dois anos no atelier Utopia. Ensinou-me muito e sobretudo cativou-me a sua classe sob uma aparência modesta e calma. Pode ser que volte um dia à Utopia. Se o fizer, será sem dúvida por causa dele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Utopia agora mudou de casa e "donos". Creio que é na Rua da Alegria e quem está à frente é a Leonor, nora da Teresa e do Zé. O Domingos continua a dar ali aulas, pelo menos para já.
      Eu também gostaria de voltara mas não tenho tempo.
      Ab
      Regina

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  2. Sei que mudou mas parece-me para melhor. Tem muitas iniciativas giras e mais terra a terra. E o Professor ainda é lá professor!! O que mostra a sua classe.

    ResponderEliminar