Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Se eu tivesse tido tempo…


Creio já ter referido aqui que as mensagens que coloco no blogue são essencialmente uma espécie de "diário" (mais semanário ou mensário) não íntimo, que me permite (e permitirá, espero eu) revisitar quando me apetecer e poderá ficar como um testemunho de eventos mais ou menos importantes, com eventual interesse para os filhos e netos. Nunca esperei ter muitas visualizações nem seguidores e não me preocupa se há muita gente a ler as mensagens ou não. 
Sinto pena de não ter tempo para escrever mais, como tinha quando iniciei o blogue. Sinto pena também de não estar a ser fiel ao objetivo a que me propus."um blogue onde a ciência, a música, a literatura e a arte em geral andam de mãos dadas..."

Se eu tivesse tido tempo teria feito referência a este poema de Armando Silva Carvalho “postado” a 8 de Julho por Ângelo Miguel Pessoa Alves in de Rerum Natura http://dererummundi.blogspot.pt/2016/07/armando-silva-carvalho-sombra-do-mar.html

LEITURA DE JORNAL
Enrolado pelas nuvens duma eternidade,
debruado pelas franjas de catástrofes cósmicas,
soletrado numa lentidão de milénios pela voz sintetizada e virtual 
de Stephen Hawking,
podes tu alguma vez imaginar todo o espectro poético
da explosão do campo de Higgs?

100 000 milhões de gigaelectrões-volts não são bastantes
para tornar metastável
o campo desse senhor dos buracos negros,
e fazer dele
uma bolha de vácuo.

Tudo à velocidade da luz, é claro, que a partícula de deus
não é um caracol que vá deslizar
a sua vegetal e mansa paciência pelas folhas
do universo.

Mas a criatura irónica, imobilizada,
esse génio oráculo que fala através dos músculos da face,
esse cérebro de engenhos que desdenham deus,
concentra no seu sorriso um fulgor natural,
talvez o único,
e pretende, diz ele, seduzir as enfermeiras
com o sotaque do texas que lhe sai da máquina falante.

É um riso de fichas virtuais, e as meninges tremem
entre placas, galáxias, anjos megalómanos, funcionários divinos,
engenheiros do eterno e promotores da vida futura
na imensidão devoluta dos planetas.

Abençoado profeta, só eu não sei por que deuses,
fruto absurdo das matemáticas dos tempos,
és o trânsfuga da história
a imagem ambulatória do belo, próxima verdade de nós,
futuro reprodutor do universo.

Se eu tivesse tido tempo não teria deixado de fazer referência a mais um sucesso na exploração do espaço.
A sonda Juno, da Nasa, finalmente chegou a Júpiter, seu destino final. Ela irá orbitar o planeta e obter dados inéditos para a equipe na Terra. A sonda de quatro toneladas, não tripulada, foi lançada pela agência espacial americana em 5 de agosto de 2011,com o propósito de estudar a formação e composição do planeta. Durante a aproximação da sonda já foi possível captar diversas imagens e sons do gigante gasoso.


A propósito de Júpiter deixo um excerto do meu livro para os mais pequenos Pelo sistema solar vamos todos viajar


E a propósito de Júpiter e Io, a obra Júpiter e Io de Correggio (1489-1534),  pintura que se encontra atualmente no Museu de História da Arte em Viena

A pintura é dedicada à história de Io, uma sacerdotisa de Hera, conforme relatado nas Metamorfoses, o poema épico mitológico de Ovídio: enamorado dela, mas temeroso do ciúme da sua esposa Juno, Júpiter fez cair uma espessa neblina sobre a terra e seduziu a rapariga encantadora

E ainda a propósito de Júpiter um excertos da sinfonia “Os Planetas” de Holst



Se eu tivesse tido tempo teria feito referência ao concerto a que assisti na Fundação Manuel António da Mota no dia 15.

Deixo um dos temas ali interpretado

https://www.youtube.com/watch?v=n81JA6xSbcs

Se eu tivesse tido tempo teria feito referência ao bailado O Corsário, no dia 16, no Coliseu e em que as minhas duas netas participaram


Se eu tivesse tido tempo, em vez desta mensagem longa teria provavelmente escrito várias mensagens mais curtas

Mas o tempo, que por vezes se arrasta, na maior parte das vezes por vezes voa...Termino com David Mourão-Ferreira

https://www.youtube.com/watch?v=xb60diwkPQU


Parto daqui a pouco para férias e só devo regressar em Setembro. Quando tiver oportunidade e rede, darei notícias. Boas férias para todos

Sem comentários:

Enviar um comentário