Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Partilha

Partilho hoje convosco dois vídeos, um pleno de ternura e sensibilidade, vencedor dum festival de curtas metragens no Egito, e outro pleno de humor.



Partilho também um vídeo que encontrei por acaso na NET quando pesquisava música de Aram Khachaturian,  compositor de que conhecia apenas Sobre Dance, composição incluída no Mix que aqui deixo com uma seleção de composições quase todas do meu agrado

https://www.youtube.com/watch?v=d_1XEKUIpMY

 00:09 Johan Sebastian Bach "Air"
 
00:55 Vincenzo Bellini "Casta Diva (voce di Maria Callas)"
 
01:48 Georges Bizet "Habanera"
 
02:53 Giuseppe Verdi "Nabucco - Va' Pensiero"
 
04:05 Edvard Grieg "In the Hall of the Mountain King"
 
05:08 Antonio Vivaldi " Le Quattro Stagioni - Estate"
 06:16 Georges Bizet "Carmen - Ouverture"
 07:29 Edvard Grieg "Peer Gynt - Morning Mood"
 08:34 Tomaso Albinoni "Adagio in G Minore"
 09:44 Wolfgang Amadeus Mozart "Eine Kleine Nachtmusik"
 11:06 Sergei Prokofiev "Montagues and Capulets"
 12:13 Pyotr Ilyich Tchaikovsky "The Nutcracker - Waltz of the Flowers"
 12:57 Johann Pachelbel "Canon in D Major"
 14:13 Felix Mendelssohn "A Midsummer Night's Dream - Wedding March"
 15:16 Jacques Offenbach "Orpheus in the Underworld - Can Can"
 16:26 Johann Sebastian Bach "Toccata and Fugue in D Minor"
 17:39 Wolfgang Amadeus Mozart "Piano Sonata N°11 in A Major - Andante Grazioso"
 19:05 Frederic Chopin "Polonaise N°06 - Heroic"
 20:22 Aram Khachaturian "Sabre Dance"
 21:13 Ludwig Van Beethoven "Symphony N°05"
 22:49 Wolfgang Amadeus Mozart "The Marriage of Figaro"
 23:48 Léo Delibes "Lakmé - Flower Duet (voice Natalie Dessay)"
 24:54 Antonio Vivaldi " Le Quattro Stagioni - Primavera"
 26:16 Niccolò Paganini "Sonata Varsavia"
 27:23 Gioacchino Rossini "Guglielmo Tell - Ouverture"
 28:37 Richard Wagner "Cavalcata delle Valchirie"
 29:49 Edward Elgar "Pomp and Circumstances N°01 in D Major"
 31:00 Gioacchino Rossini "La Gazza Ladra - Ouverture"
 32:42 Wolfgang Amadeus Mozart "Rondo Alla Turca - Sonata in A Major"
 33:59 Carl Orff "O Fortuna - Carmina Burana"
 35:51 Maurice Ravel "Bolero"
 38:09 Ludwig Van Beethoven "Symphony N°09"
 40:14 Giuseppe Verdi "Aida - Marcia Trionfale"
 41:47 Antonin Dvorak "From the New World - Symphony N°09"
 43:34 Richard Strauss "Also Sprach Zarathustra"

E por falar em partilha, quando há dias estive no Carolina Michaëlis com alunos do secundário, 
uma turma de Ciências e outra de Letras, na turma de Ciências e a propósito da relação entre Literatura e Ciência, referi o livro Sistema Periódico de Primo Levi "um dos escritores italianos mais marcantes" na opinião de Umberto Eco. 


A professora dos referidos alunos encontrou-me ontem e disse-me que nessa mesma tarde foi dar com uma aluna na Biblioteca a ler o livro com muito entusiasmo.

Na véspera de se retirar do universo da química para se dedicar exclusivamente à escrita, Primo Levi oferece-nos, através de 21 capítulos, cada um com o nome de um elemento da tabela periódica, um relato da sua vida enquanto cientista e através do qual responde a inúmeras e complexas questões sobre o mundo e sobre si próprio.
" O Sistema Periódico é, pois,  um conjunto de vivências de um químico judeu do Piemonte, combatente antifascista, deportado e escritor, vistas através do caleidoscópio da química. As histórias cobrem a vida do autor, do nascimento à redação deste livro, passando por momentos fulcrais como a infância, a descoberta da vocação e a sua formação como químico, os amores e as amizades, o crescimento do movimento fascista italiano e o aparecimento das leis raciais, a vida na clandestinidade, a prisão e o encarceramento em Auschwitz, e o regresso aos laboratórios do campo de concentração já no pós-guerra.Um testemunho autobiográfico único por um dos principais romancistas do século XX.

É o próprio autor que escreve:

« La nobiltà dell'uomo, acquisita in cento secoli di prove e di errori, era consistita nel farsi signore della materia, e io mi ero iscritto a Chimica perché a questa nobiltà mi volevo mantenere fedele. Vincere la materia è comprenderla, e comprendere la materia è necessario per comprendere l'universo e noi stessi: e quindi il Sistema Periodico di Mendeleev[...] era una poesia. »


E a propósito do elemento potássio:

Destilar é belo. Primeiro, porque é uma tarefa lenta, filosófica e silenciosa que nos ocupa, mas que nos deixa tempo livre para pensarmos noutras coisas, um pouco como o andar de bicicleta. Depois, porque comporta uma metamorfose: de líquido a vapor (invisível) e deste novamente a líquido; mas, nesse duplo caminho, para cima e para baixo, atinge-se a pureza, que parte da Química e chega muito longe. E, finalmente, quando nos preparamos para destilar, adquirimos a consciência de repetir um rito consagrado há séculos, quase um acto religioso, em que de uma matéria imperfeita se obtém a essência, o espírito e, em primeiro lugar, o álcool que refresca os ânimos e aquece o coração.









4 comentários:

  1. Tenho uma colecção de CDs que o meu irmão me ofereceu e que contemplam este tipo de música clássica acessível e menos exigente. Nunca os oiço, pois com o Spotify e Youtube, e mesmo com o Mezzo, acabo por ouvir música mais erudita e que não conheço. Há algumas peças que de tão repetidas nos fartam, outras estão associadas a anuncios, paródias, etc. Gosto mais de música a sério e tocada em ambiente próprio. A CdM tem alguns concertos bons, mas tb apresenta muita música popular que não me agrada nada. Já não vou lá há meses. Só fui para a Gala de Ballet do meu neto. Vi i video do aniversário do Carolina no FB, mas não fiquei com saudades nenhumas. Nem dos locais ( aquela biblioteca bafienta onde passei tantas horas) , nem das pessoas. Penso que nenhuma estagiária minha lá foi, estão todas fora do Porto. A elas, sim , gostava de ver de novo.

    ResponderEliminar
  2. Não tenho os teus conhecimentos de música, nem pouco mais ou menos, mas genericamente gosto de quase toda a música erudita, barroca, clássica, romântica, moderna/contemporânea embora neste caso ainda não consiga apreciar obras de alguns compositores, nomeadamente Ponderecki.
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito da música.
    Também li "O sistema Periódico" de Primo Levi.
    Gostei de passar por aqui.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Graça. É sempre bem vinda.
    Ab
    Regin

    ResponderEliminar