Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 19 de maio de 2016

A notícia chegou primeiro ao Brasil...

Estava eu em Santos quando recebo uma SMS "parabéns pelo prémio do José". Não identifiquei o emissor vi apenas que se tratava de um telefone  96..... Pensei que seria engano mas resolvi ligar para o meu filho Nuno para saber se o José teria tido algum prémio. Disse-me que não sabia de nada e comentou "E por que razão te avisariam a ti e não a nós?".

Entretanto lembrei-me de que o José tinha participado um concurso promovido pela CMP. Os concorrentes deveriam escrever um conto que tivesse a ver com o Palácio de Cristal. Nessa altura imaginei que o mail poderia ter sido enviado pela bibliotecária da escola e, buscando nas teias da minha memória que nunca foi famosa, achei que o seu número de telefone começava por 96. Liguei para o nº  mas ninguém atendeu. Deixei uma mensagem de voz perguntando se se tratava da colega em causa e, em caso afirmativo,  se o prémio estava relacionado com  o tal concurso. Mas antes da resposta a confirmar os meus pressentimentos, recebi um telefonema do meu filho. Desculpa mãe. Tinhas razão. O José só agora chegou da escola e trouxe a informação de que foi o vencedor da VI edição do Concurso Literário de Escrita Criativa na categoria do 2º ciclo do ensino básico, promovido pelo programa municipal O Porto a ler.

Porto a ler premeia escrita criativa
in http://www.porto.pt/noticias/porto-a-ler-premeia-escrita-criativa
18-05-2016
A VI edição do concurso literário de escrita criativa voltou a premiar os estudantes com mais talento para a escrita.

A iniciativa insere-se no programa municipal "O Porto a ler" e tem como finalidade sensibilizar e desenvolver nos alunos o gosto pela escrita criativa e pela leitura. Este ano letivo, 2015/2016, teve como tema "O Palácio de Cristal", assinalando, assim, as comemorações dos 150 anos.

O concurso dirigiu-se aos alunos do 2º, 3º ciclo e secundário, divididos respetivamente em três escalões, tendo sido rececionados e validados 18 trabalhos individuais concorrentes.

Aos trabalhos candidatos do ensino secundário, o júri decidiu por unanimidade não atribuir prémio, por considerar que nenhum deles reunia as condições necessárias, de acordo com o estabelecido no regulamento do concurso.

Para felicitar todos os participantes e entregar os prémios aos vencedores, um tablet, irá decorrer uma sessão comemorativa nos Paços do Concelho em data a anunciar.

Info: Vencedores deste ano

2º ciclo do ensino básico: José Barroso Gouveia - aluno do 5º ano da Escola Secundária Carolina Michaëlis com o conto "Era uma vez...no palácio..."

3º ciclo do ensino básico: Beatriz Afonso Saraiva Brito Luís - aluna do 8º ano da Escola Secundária Alexandre Herculano com o conto "Rapto no Palácio de Cristal".


Quando começou a escrever o conto não quis que eu lesse (aliás quando estuda "comigo" e creio que em casa tem igual comportamento, não quer que estejamos ao pé dele e só no fim aceita que vejamos se há algo a corrigir). Já tinha uma ou duas páginas escritas quando me deixou ler. Naquela altura pareceu-me que começava de uma forma um pouco triste e expressei a minha opinião. "O conto é meu  e tu nem sequer sabes como vai continuar". Voltei a lê-lo num estado mais adiantado e pareceu-me que estava com uma estrutura muito interessante. Quando terminou felicitei-o. Acho que está muito interessante. Perguntou-me. Achas que posso ganhar? Respondi-lhe com cuidado mas com toda a sinceridade. Eu gosto, acho -o muito original,  tal como achei um conto sobre o Natal que escreveste ainda na escola do Bom Sucesso. Mas não cries muitas expetativas pois há com certeza muitos concorrentes e a probabilidade de seres o vencedor é muito pequena.

Por isso fiquei  surpreendida e feliz, essencialmente por ele.

A sessão de entrega de prémios, ainda sem data marcada,   ocorrerá nos Paços do Concelho. 

E isso fez-me recuar mais de 30 anos no tempo...
O pai sempre desenhou muito bem e foi tendo alguns prémios a nível de escola. Em dada altura, andava ele no 3º ano (EB1), a CMP promoveu um concurso  a nível concelhio. Os concorrentes deveriam apresentar um desenho sobre o Porto. O trabalho foi feito na escola pelo que não sabíamos de nada. 
Num determinado domingo, logo após o jantar e como foi sempre meu hábito, disse a ele e ao irmão que fossem colocar na pasta tudo o que precisavam para 2ª feira.
Passado pouco tempo ouço-o soluçar muito aflito. Pensando que se tivesse magoado entrei apressada no quarto e, entre soluços, entrega-me um envelope que tirou da pasta.. Lá dentro um cartão da CMP, anunciando que tinha sido o vencedor do concurso. A sessão solene de entrega dos prémio tinha sido na CMP, na véspera. 
Na segunda feira fui lá, deram-me o prémio lamentando que a criança não tivesse estado presente na cerimónia. 

Espero que desta vez tudo corra bem...

8 comentários:

  1. Parabéns pelo Zézito, que vai ser escritor!!:)
    O meu João tb se metia em tudo o que fosse concurso. O mais fenomenal foi escrever um texto sobre o Japão. Ele andava no Karate na ESCM e sabia vagamente umas coisas sobre o país. Escreveu o texto e foi convidado a ir a Lx para ser entrevistado na Embaixada do Japão. Aí disseram-lhe que tinha ganho uma viagem a esse país para se encontrar com jovens da mesma idade. Claro que ele foi e adorou.
    Mas o prémio mais engraçado foi um concurso para celebrar os descobrimentos, promovido pela nossa escola, onde ele não andava. Escreveu um conto chamado O SONHO. Nunca pensei que lhe fosse atribuído o prémio por não ser da Escola, mas ganhou o 1º. Fui eu que o recebi das mãos do Director, pois ele estava na Alemanha em viagem do 11º ano. Foi um livro lindíssimo sobre o tema.
    Quanto aos netos, já receberam vários de música, futebol ( nos EU) e até de ballet ( o André), mas isso faz parte do progresso natural e não lhes dou muita importância, nem quero que se habituem só a ganhar.
    Bjo

    ResponderEliminar
  2. Para o José foi bom porque ele ainda está "marcado" pela professora que teve na escola do Bom Sucesso durante dois anos e dois períodos. Foi ali que escreveu o tal conto de Natal que eu achei muito criativo mas que a professora, de ideias muito "formatadas" aceitou mal...
    Concordo que de modo algum devemos sobrevalorizar estes aspetos pois na vida "perdemos" muitas vezes e é importante que estejamos preparados para essas e muitas outras frustrações
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar
  3. Muitos parabéns ao José pelo prémio.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Graça em meu nome e no do José. A entrega do prémio será daqui a cerca de uma hora na CMP.
    Ab
    Regna

    ResponderEliminar
  5. É muito bom ter filhos e netos com talento para as artes, seja o desenho, a escrita ou outra qualquer.
    Parabéns ao José pelo prémio.

    Não conhecia o seu blog e vim aqui parar através de uma amiga comum. Li algumas coisas, gostei e comentei...

    Boa semana, Regina.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Seja bem vindo, Jaime. Posso saber quem é a amiga comum?
    Obrigada pelas felicitações em meu nome e do José.
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A amiga comum não teve qualquer interferência, pois foi através de um seu comentário que descobri o seu blog. Em qualquer caso, foi a partir do blog da Graça Pires que eu vim aqui parar...
      Abraço.

      Eliminar
  7. Não conheço pessoalmente a Graça Pires. A sua poesia levou-me até à "ortografia do olhar". A poesia é, sem dúvida, um belíssimo elo de ligação entre as pessoas...
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar