Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Feliz Ano Novo

Escrevi a última mensagem no dia 19, já lá vão quase quinze.  A  partir do dia 18, com os netos a entrar em férias, passei a ter o tempo um pouco  mais ocupado.
Para o José as férias começaram dia 18. O avô fez anos no dia 17 mas só os festejámos no dia 20 (estava prevista a comemoração no dia 19, mas tivemos um convite para jantar com uns amigos que já nos tinham convidado por duas vezes em que não pudéramos ir, pelo que não tivemos coragem de adiar mais uma vez).
Regressando ao dia 18, com o José comecei a preparar algumas prendinhas, que eles fazem ou em que colaboram. Desta vez começámos por umas "caixinhas" feitas com rolos de papel higiénico e de cozinha posteriormente  pintadas ou recobertas a papel como  a que se segue na imagem e que, por sua iniciativa,  foi desenhada com motivos geométricos que ele mesmo criou.
Fez várias, todas diferentes, mas sempre com motivos geométricos.


Outras, desta feita pintadas por mim



Outras peças  feitas por mim, também com material reciclado

No dia 20 e como anteriormente referi, festejámos o aniversário do meu marido e simultaneamente fizemos o habitual almoço de fim de semana em que nos juntamos todos. Começámos também a pensar na peça para o teatro de Natal e com alguma ideias recolhidas, à noite escrevi o texto.
No dia 21 já estavam três netos  ( a mais pequenina, como está no infantário, não estava ainda verdadeiramente de férias)
Como queria ir com a Rita escolher a sua prenda de Natal, ao fim da manhã  saímos e os meninos ficaram na casa ao lado (do meu filho mais velho) com a empregada, com quem almoçaram. Eu e a Rita almoçámos na Baixa. Durante o almoço fomos pensando no "guarda- roupa" para a peça.
Após a almoço regressámos a casa e a Rita foi com a mãe ao dentista enquanto eu ficava com os dois netos a elaborar mais prendinhas. Com alguma ajuda minha , fizeram pequenas peças de bijuteria em papel e o José fez, para a prima, uma pulseira com os "lacres" de latas de refrigerantes.

Quando a Rita regressou a casa começámos a ensaiar a peça, ensaios que iriam continuar até ao dia 25, dia da representação.

À noite fui a um jantar promovido pelo Agrupamento de escolas Carolina Michaëlis. Foi no Ginásio grande e estava muita gente. Felizmente estavam várias pessoas  do meu tempo, algumas ao serviço, outras que se reformaram antes de mim e várias que se reformaram depois
Houve dois momentos culturais muito interessantes Atuaram duas alunas espanholas que têm recebido vários prémios no âmbito da dança clássica e contemporânea e houve um momento de canto lírico  por uma ex-aluna  do Carolina acompanhada de um tenor

Nos dias 22 e 23 continuámos com a elaboração de prendinhas e com os ensaios da nossa "peça de teatro"
Tratou-se de uma peça em 3 atos com uma recriação um pouco  satírica de uma noite de consoada em três épocas distintas, a última das quais, nos dias de hoje.
Em todos os atos, a  Rita e o José são os pais de duas crianças:o Bernardo e a Marta.

Eis o 3º ato
O pai entra na sala com o telemóvel a escrever mensagens. De seguida entra  a mãe e comunica com ele por telemóvel.

R
O que estás a fazer?
J
Não me interrompas Estou a enviar-te uma mensagem de Natal
R
Tem graça. Eu estou a enviar uma para ti.
A propósito, já viste o que escrevi no teu perfil do facebook?
J
E tu já viste o que pus no teu?
Onde estão as crianças?
R
Estão na sala ao lado a brincar. Vou chamá-las.
(Liga o telemóvel)
Meninos venham para esta sala. Hoje é a Festa da Família e é importante que estejamos todos juntos

Entram as crianças,  uma com o  telemóvel e outra com o tablet, Sentam-se e todos escrevem (ou fingem que escrevem)mensagens….
J
Já pensaste na Ceia de Natal?
R
Não te preocupes, encomendei tudo a uma empresa de catering.

R,J
É tão bom conviver em família…. Vamos tirar uma selfie em conjunto para comemorar e vamos pô--la no Facebook. Venham meninos


Os outros atos tinham também falas dos mais pequenos. A Marta só pôde ensaiar na quarta feira mas fixou rapidamente o que tinha que dizer.

A par do ensaio também ela fez umas prendinhas, uns marcadores de livros que pintou e uma bonequinha em cartão de caixa de ovos, que me esqueci de fotografar mas era idêntica às figuras dos presépios que eu este ano construí com o referido material.



A par do teatro o José tocou ukulele acompanhado pelo pai na guitarra ( eu também deveria ter tocado ukulele mas o meu neto esqueceu-se do dele em casa....) a Marta dançou uma peça que a prima coreografou e ensaiou com ela, o Bernardo cantou uma canção de Natal juntamente com a irmã e a Rita surpreendeu-nos a todos com um bailado de dança contemporânea (ela tem já 9 anos de ballet clássico que este ano acumula com dança contemporânea) de cuja coreografia foi autora.

Tudo isto no dia 25  Como é habitual já há alguns anos, a noite de Natal foi em casa do meu filho mais velho, juntamente com os pais e uns primos da minha nora. No dia 25, como também é habitual,  almoçámos  em minha casa o meu famoso peru, receita da minha mãe e que todos  acham divino.  Em" todos" estavam incluídos os familiares da minha nora "do lado" e um investigador  brasileiro, colega da minha outra nora, que tem estado a desenvolver um projeto em Portugal.
Ao fim do dia e como tem acontecido  nos últimos Natais, uns primos apareceram para petiscar o tal peru. Durante mais de 20 anos passámos sempre o Natal (a noite de Consoada e o  e dia) todos juntos mas agora somos muitos e é impossível. Mas encontrámos alternativas....
Daqui a pouco vou sair para passar com eles a "passagem de ano".
Termino esta mensagem com votos de um Feliz 2016

2 comentários:

  1. Que coisas giras que vocês fazem!!
    Em nossa casa é mais música...
    Este ano foi tudo muito sossegado, aprecio bastante a paz e o estar em casa à lareira a ouvir musica, só com os dois filhos. Os netos foram até aos Alpes e estão felizes.
    Bom Ano, cheio de saúde e criatividade!

    ResponderEliminar
  2. Origada pelocomentáio. Ontem , e só ontem porque antes andei sempre muito ocupada, respondi ao mail que enviaste com o te neto a tocar Bach.Ao ver o vídeo apercebi-me de um outro com o teu filho a tocar Haydn na posse do Reitor. Parabéns aos intérpretes e muito em particular à avó.
    Desejo a todos um Feliz 2016

    ResponderEliminar