Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

De Delfos a Meteora

Como habitualmente, partimos bem cedo  a fim de visitar o espaço arqueológico de  Delfos

Delfos é uma cidade grega junto ao monte Parnaso. Na Grécia antiga era referenciada por todo o mundo grego como o omphalos (umbigo), o centro do universo. Ali se situava um famoso oráculo (o oráculo de Delfos), que ficava dentro de um templo dedicado ao deus Apolo. Em Delfos havia uma fonte termal e eram os seus vapores que permitiam ao oráculo de Delfos fazer as suas profecias. O primeiro oráculo de Delfos era conhecido geralmente como Pitonisa (ou também Sibila), embora seu nome fosse Herófila. Ela cantava as predições que recebia de Gaia (a deusa terra). Mais tarde, Sibila tornou-se um título dado a qualquer sacerdotisa devotada ao oráculo. A Sibila apresentava-se sentada na rocha sibilina, respirando os vapores vindos do chão e emitindo as suas intrigantes e confusas predições. O oráculo exercia enorme influência não só nos povos helénicos como em muitos outros, nomeadamente  na Macedónia e no Egito .  Era consultado antes de todos os empreendimentos principais nomeadamente nas guerras.

O espaço arqueológico de Delfos é hoje Património Mundial  da Humanidade.

As construções repartem-se  entre dois grandes espaços, o Santuário de 

Atenea Pronaia assim chamado  por ser dedicado a Atenea e se encontrar "antes do

templo"(significado de  pronaia) dedicado a Apolo. No Santuário de Apolo concentram-se

 os edifícios de maior interesse:  o grande templo de Apolo, o Teatro, e vários Tesouros, 

nomeadamente o Tesouro dos Atenienses


Os Tesouros eram pequenas construções semelhantes a templos onde se guardavam ofertas e donativos que frequentemente eram muito valiosos. Muitas cidades gregas presenteavam o oráculo como forma de agradecimento.
O Tesouro dos Atenienses. foi construído em comemoração da vitória dos atenienses na batalha de Marathon em 490 - 480 a.C. T

O Santuário de Atenea Pronaia  é  uma construção bastante atípica, se bem que  durante o século  IV a.C. se tivessem construído na Grécia vários recintos sagrados de planta circular, os  Tholos, entre  eles os de Epidauro, Olimpia e  Delfos,o mais conhecido. Não há certezas quanto à  sua função mas crê-se que, embora com função religiosa,não seriam templos. Pensa-se que se destinariam ao culto  de divindades do mundo subterrâneo ou que seria eventualmente construções funerárias, dada a sua forma que lembra as tumbas da época micénica.

No vídeo e nas fotos poderão ver-se os espaços acima citados




Tholos de Atenea Pronaia

 


  Santuário de Apolo
 

 



 

 Tesouro dos Atenienses

 

  Teatro


Após a vista aos santuários e ao teatro alguns de nós subimos um pouco mais e fomos até ao estádio, antes da visita ao Museu
Museu 


 







 






Terminada a visita a Delfos seguimos para Kalambala, para uma visita a Meteora,  talvez um dos locais de que mais gostei.





Sem comentários:

Enviar um comentário