Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Semana da Ciência e da Tecnologia


Esta semana é dedicada à Ciência e à Tecnologia com várias atividades, nomeadamente uma que decorre no Porto, aberta ao público em geral e cujo programa podem ver aqui 
No âmbito das comemorações da Semana da Ciência e da Tecnologia, o CIIMAR (Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto) vai estar de portas abertas à comunidade no sábado, 29 novembro. Os visitantes terão oportunidade de conhecer o centro e contactar diretamente com os investigadores e ainda participar em atividades especialmente preparadas para melhor dar a conhecer os trabalhos de investigação.Entre as 10h e as 18h decorrerão Ateliers de Ciência onde se realizarão atividades experimentais; atividade práticas onde será possível observar diferentes organismos à lupa e ao microscópio; palestras sobre temas da atualidade e ainda visitas guiadas aos laboratórios do CIIMAR. Os mais novos terão ainda oportunidade de realizar atividades lúdico – pedagógicas e observar organismos vivos como algas, estrelas-do-mar; ouriços-do-mar, entre outros. Esta iniciativa visa assim contribuir para o aumento da educação e da literacia científica, despertar a curiosidade pelas ciências marinhas e ambientais e proporcionar um contacto direto da população com a investigação desenvolvida num centro de investigação.
Rua dos Bragas nº 289, Porto | 223390607 ciimareventos@ciimar.up.pt

Também várias escolas estão a dinamizar atividades integradas nesta semana, nomeadamente  o Agrupamento de escolas Vallis Longus em Valongo e o agrupamento de escolas Carolina Michaelis, no Porto




Ontem desloquei–me  a Valongo para fazer quatro apresentações (duas de manhã e duas de tarde)  a alunos de 5 turmas de 9º ano, com base no meu livro “Breve História da Química”.
Fui extraordinariamente bem recebida por professores bibliotecários e demais professores ligados aos eventos, nomeadamente professores de Física e de Português bem como pelos funcionários, muito em particular a funcionária da Biblioteca . Também os alunos foram genericamente muito agradáveis e reagiram muito bem . Em cada sessão um grupo de alunos fez a minha apresentação em PP após a qual teve lugar a sessão, como sempre, complementada com algumas experiências.
Na sexta-feira vou estar com duas turmas, uma de 3º e outra de 4º ano, na escola básica da Constituição que agora pertence ao Agrupamento de Escolas Carolina Michaelis.

Ao consultar o blogue deste agrupamento, encontrei um vídeo referente à minha visita em Maio, a uma outra escola básica, visita que aqui referi na altura. Embora com atraso, aqui deixo o 

A semana da Ciência e da Tecnologia integra o  Dia Nacional da Cultura Científica , 24 de Novembro, que  corresponde ao dia de nascimento de Rómulo de Carvalho, notável professor de Física e Química, promotor da cultura científica e do ensino da ciência no nosso país e  notável poeta  sob o pseudónimo de António Gedeão

Em 2006 comemorou-se, por todo o país, o centenário do nascimento de Rómulo de Carvalho. Foi-me pedida a colaboração para vários eventos que tiveram lugar no Porto. Um deles decorreu no Clube Literário, infelizmente já extinto. O texto a seguir é um excerto do que então disse:

(...)Coube-me  abrir esta sessão. Começo por dizer que é para mim uma honra enorme poder, com o meu modesto contributo, homenagear RC/AG que conheci quer directa quer indirectamente. O que quero eu dizer com isto?
Em 1960, entrei para o 6º ano do Liceu (equivalente ao actual 10º ano) e um dos livros que me marcou foi este livrinho*  (digo livrinho porque é pequeno em tamanho). O autor é Rómulo de Carvalho, cujo  nome na altura não me dizia nada em especial. Já o livro, esse disse-me bastante a ponto de o ter conservado até hoje e o ter utilizado muitas vezes, já como professora de FQ.
Em 1962, já estudante universitária deparei com este livro**, numa  montra de uma livraria. Associei o autor ao mesmo do tal guia de TP. Comprei-o e achei-o de tal modo interessante que fui comprando os outros da colecção. Na altura não devo ter reparado que alguns eram ilustrados por António Gedeão.
O nome de António Gedeão só me despertaria a atenção quando, em 1964, num nº da revista o Tempo e o Modo, me apercebi dum poema que achei belíssimo. Adquiri então o livro Poesias  Completas que na  1ª edição,  em 1964, reuniu os poemas de Movimento perpétuo, Teatro do Mundo, Máquina de Fogo. Em 1968, a 2ª edição inclui ainda Linhas de Força e o Poema para Gedeão(...)

*Guia de Trabalhos práticos de Química                 **História dos balões

O poema a que me refiro é Impressão Digital


Os meus olhos são uns olhos.
E é com esses olhos uns
Que eu vejo no mundo escolhos
Onde outros com outros olhos,
Não vêem escolhos nenhuns.
Quem diz escolhos diz flores.
De tudo o mesmo se diz.
Onde uns vêem luto e dores
Uns outros descobrem cores
Do mais formoso matiz.
Nas ruas ou nas estradas
Onde passa tanta gente,
Uns vêem pedras pisadas,
Mas outros, gnomos e fadas
Num halo resplandecente.
Inútil seguir vizinhos,
Querer ser depois ou ser antes.
Cada um é seus caminhos.
Onde Sancho vê moinhos
D. Quixote vê gigantes.
Vê moinhos? São moinhos.
Vê gigantes? São gigantes.

Ouçamo-lo em jeito de fado, na voz de Carminho

Deixo ainda outros poemas, porventura não tão conhecidos, e outras vozes

Poema da mala das naus
Poema da morte na estrada
Poema do fecho éclair 

Sem comentários:

Enviar um comentário