Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Por terras do Oriente -4


Retomo a viagem transcrevendo o último parágrafo da última “reportagem” sobre a viagem propriamente dita

 De tarde deixámos Macau. fomos de autocarro para Cantão, atravessando as portas do cerco, fronteira com a China”

De Cantão  partimos de avião para Guilin. Ali chegados fomos diretos ao hotel .

Guilin está  situada na margem oeste do rio Li, numa zona de morros cobertos de vegetação quase que permanentemente envoltos em brumas de uma beleza indescritível.
Praticamente o único dia em que choveu na viagem foi o dia do passeio de barco pelo rio Li. Mas, apesar do mau tempo, deu para desfrutar da beleza da paisagem que ao longos dos tempos sempre inspirou poetas e pintores 




À noite fomos ver , muito perto do nosso Hotel, uma cascata artificial que todos os dias se pode observar, durante alguns minutos,  a partir das 20,30  na fachada dum outro hotel.  
"una cascada artificial que sale desde la azotea del hotel y se vierte en una piscina en su base (en la fachada del propio hotel). La cascada es 45 metros de altura, 72 metros de ancho en la parte superior y 75 metros de ancho en la parte inferior. Aparece en el Libro Guinness. Es muy interesante. (texto extraído daqui


Depois fomos ao lago Shanhu ver, numa das margens e refletidos na água,  dois pagodes recentes: o pagode do Sol e o pagode da Lua  ,que no dia seguinte o meu marido fotografou.


Uma nota curiosa: Quando o casal Clinton visitou a China, passou por Guilin. O Presidente terá ficado um pouco chocado com o aspeto sujo do lago. Após a visita o lago foi limpo e foram construídos os dois pagodes.
Após vermos os pagodes ainda fomos passear nas imediaçõs do hotel e encontrámos uma rua cheia de tendinhas onde se vendiam inúmeras coisas desde chá a brinquedos...

No dia seguinte o tempo melhorou um pouco. Visitámos uma gruta enorme(Reed Flute) de estalactites e estalagmites, onde assistimos a alguns espetáculos.


A Caverna da Flauta de Bambu ou Reed Flute Cave está localizada a cinco quilômetros a noroeste da cidade de Guilin(...)Seu nome vem de uma floresta de bambus que fica ao lado da Caverna e que são usados para confeccionar flautas.Com 240 metros de comprimento e mais de 180 milhões de anos, a Reed Flute parece cenário de um conto de fadas. Repleta de estalactites, estalagmites e formações rochosas de formas belas e únicas. Nas suas paredes também podem ser encontradas mais de 70 inscrições que datam de 792 d.C ( época da Dinastia Ming).Descoberta na década de 40, o local foi aberto ao público em 1962

A imaginação chinesa  leva a  associar as inúmeras formações a  dragões, cavalos, etc. Por exemplo, logo na entrada somos recebidos por um leão  e à saída espera-nos  uma leoa, ambos criações  da mente.
A gruta peca  por excesso de cor. Creio que seria bem mais bela com  uma iluminação discreta

De seguida fomos  visitar a colina da tromba do elefante




Ali pudemos ver corvos pescadores. O vídeo que segue é muito interessante

Finalmente e já a caminho do Hotel, passámos por uma "fábrica"  de pérolas onde assistimos a uma passagem de modelos para exibição das mesmas.

Ao fim do dia partimos de avião para Hangzhou.
Antes de partir gostaria de falar do poeta Wang Zheng Gong



Escultura situada en la orilla del Lago Shanhu. 
Estatua de bronce de Wang Zheng Gong, poeta de la dinastía Song, con un pincel en la mano, que una vez cantó las alabanzas de Guilin, "Las montañas de Guilin y el agua, ocupa el primer lugar bajo el cielo '
    As fotos desta mensagem,com exceção da última,  são  da autoria de Fernando Gouveia, arquiteto

    4 comentários:

    1. As fotos são excelentes para termos uma ideia do que viste e realmente deve valer a pena fazer viagens destas, completamente diferentes das triviais. Em tempos tb fiz umas com o meu marido e tudo me ficou na memória por ser tão belo e exótico. Há contratempos por vezes, mas faz tudo parte da experiência.
      Obrigada!

      ResponderEliminar
    2. Nós(grupo) também tivemos alguns contratempos na viagem mas contá-los-ei a seu tempo
      Ab
      Regina

      ResponderEliminar
    3. Para já as suas experiências parecem-me positivas e as reportagens são ótimas cheias da sua imensa cultura e de belas fotografias.
      Um grande beijo.

      ResponderEliminar
    4. As experiências foram sem dúvida positivas. Quanto à minha cultura tenho muitas falhas, creia.
      Ab
      Regina

      ResponderEliminar