Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Por terras do Oriente -11

O último dia da viagem foi destinado ao Dubai, um dos sete emiratos que compõem os Emiratos  Árabes Unidos (EAU). Os outros são Abu Dhabi, Sharjah, Ajman,Umm al-Qaiwain, Ra’s al-Khaimah, Fujeirah
Em árabe” emirato” e "emir" significam respetivamente principado e  príncipe. 

Este pequeno território (EUA) está situado na Península Arábica, faz fronteira com a Arábia Saudita e Oman e é banhado  pelo Golfos Pérsico e de Oman.



O país, cuja capital é Abu Dhabi. é uma federação que foi constituída em 02 de dezembro de 1971 sob o comando do falecido líder político Sheikh Zayed Al Nahyan.
A presidência do país pertence sempre ao soberano do Abu Dhabi e a vice-presidência ao soberano do Dubai.
A língua oficial é o árabe  mas no dia-a-dia e nos negócios o inglês é que predomina.

Antes de falar da visita sugiro que vejam este vídeo em inglês ou este outro em "português do Brasil"

Passemos então à visita.
No aeroporto aguardava-nos um autocarro que nos levou para o centro da cidade onde almoçámos (desta feita comida árabe de que também gosto e que estava muito bem confecionada).O guia era egípcio e falava espanhol. 
Depois de almoço fizemos uma visita à cidade, a maior parte da visita em autocarro, parando apenas para tirar fotos. A única exceção foi a visita ao centro comercial Dubai Mall inaugurado em  novembro de 2008 e que dizem ser  o maior e o mais visitado do mundo. Com  111 hectares  conta com mais de 1.200 lojas e 14.000 lugares de estacionamento. Esse centro comercial é referido nos vídeos. O que achei muito interessante foi o aquário enorme que os vídeos também mostram

                                       

Para além do Dubai Moll, apercebemo-nos  de outras  "obras", as mais....do mundo...



O hotel mais caro do mundo (em forma de vela)

A torre Burj Khalifa, atualmente a mais alta do mundo , no terreno e em maquete



                                        


De autocarro andámos pela ilha artificial Palmeira mas, de modo algum, nos apercebemos da forma da ilha. Para isso teríamos que sobrevoar o Dubai
O vídeo anexo  mostra o projeto da ilha bem como o da torre Burj Khalifa
Quando saímos do Dubai, do avião pudemos ver a " palmeira"

                                            

Mas há um outro Dubai que podemos ver aqui  e  aqui

A propósito deste segundo vídeo, retomo a reportagem...

Ao fim da tarde fomos conduzidos ao Hotel Holiday Inn Downtown, supostamente de 4 estrelas.
Todos os hotéis em que estivéramos anteriormente, em Hong Kong, Macau e nas várias cidades da China onde pernoitámos, eram de 4 ou cinco estrelas mas foram sempre excelentes, mesmo os de 4 estrelas. Sendo o Dubai uma cidade de construções modernas e espetaculares imaginei um hotel com essa caraterísticas. Com bom aspeto exterior, depressa nos apercebemos que o interior era muito diferente...
A par da recepção pouco acolhedora, os quartos estavam sujos (lixo nos móveis, debaixo da cama, etc) e degradados (armários danificados, portas sem puxadores, etc). Como se tratava apenas de uma noite não protestámos.

Quando fomos jantar ficámos perplexos pois, mesmo ao lado do restaurante, no último piso,  uma sala servia de "salão de cabeleireiro". A  porta estava aberta e as clientes tinham
um aspecto "estranho". O restaurante não tinha a mínima qualidade nem nas instalações, nem nas refeições. Após o  jantar fomos para os quartos e um funcionário dirigiu-se a vários quartos, abriu as portas (exceto as que tinham sido trancadas por dentro) e perguntou se tudo estava “O.K”.

No dia seguinte de madrugada, quando aguardávamos o transporte para o aeroporto, várias “meninas” de aspecto duvidoso passeavam pela recepção e olhavam provocantemente para o grupo, enviavam beijinhos, etc .
Foi nessa altura que um dos companheiros de viagem referiu que, antes de partir, consultando a NET para obter informações dos hotéis, sobre o hotel em causa tinha lido comentários preocupantes. Avisou por e-mail a Abreu que nada fez.


(anexo alguns comentários relativos ao Hotel no Dubai, retirados da NET tal como ali se apresentam traduzidos e escritos)

Fui pela primeira vez a dubai, para meu azar, em lua de mel e tinha muita expectativa que o hotel seria maravilhoso por estar numa cidade moderna como dubai..porem, tive uma grande desilusao, o hotel de bom so tem a localizacao proximo a estacao dd metro e o pequeno almoco, do resto e horrivel, quartos equipados com mobilias do seculo passado e wc em pessimas condicoes, ambiente nao propicio a casais pois notou se um ambiente de sem vergonhice publica na recepcao e passando pelos corredores notava se um ambiente muito desagradavel (...)

(...)Fiquei totalmente decepcionado do hotel ,O meu marido tinha reservado apenas para uma noite no nosso caminho de volta da Ilha Maurícia .foi a pior idéia para acabar as nossas férias(....) Ok, a preço muito baixo(...) o quarto era pequeno e com um cheiro de cigarro, sem varanda, sem chinelos para o tapete sujo, banheiro muito antiga, ok estávamos cansados e foi apenas uma noite(...)

(...)O quarto em si tinha tapetes manchados. O chão estava sujo e a cama não parecia muito limpo. Eu não dormir nesta cama (....)A casa de banho também teve inúmeras manchas (...)

É sabido que em todas as partes do mundo, muitos hotéis,independentemente do número de estrelas, têm esta componente mas é discreta e por isso nunca antes me chamara a atenção, nos vários países que já visitei.

Num país onde as mulheres não estrangeiras usam véu e andam com o corpo tapado com vestes negras, apesar das temperaturas que ali se atingem, tudo isto é estranho e revela uma hipocrisia incrível.

Gostei desta passagem pelo Dubai até para confirmar aquilo que já imaginava. Não é o tipo de destino turístico que eu procure. Suponho que nos demais emiratos não será muito diferente. 
Quando viajo interessam-me muito a cultura, as tradições, a história. Não penso voltar ao Dubai mas não me importaria de voltar à China  se "para tanto mundo não fosse tão curta a vida"...
No dia 30 de Agosto "desembarcámos" em Lisboa, donde seguimos de comboio para o Porto.
Fim de reportagem....



As fotos  desta mensagem  são da autoria de Fernando Gouveia, arquiteto

5 comentários:

  1. Já tinha essa impressão do Dubai, apesar de uma pessoa "deslumbrada" me ter dito que era o paraíso....mas de reportagens várias, sei que os trabalhadores da construção civil, muitos portugueses, vivem em condições horríveis e aguentam calor desumano. Não me interessa lá ir, nem irei com certeza.
    Quanto ao hotel, acho bem que façam queixa , leio sempre os comentários quando marco um hotel e mesmo agora marquei um em Mountain View e o João acabou por me marcar outro melhor, pois achou que aquele era mal situado para ficar 18 dias. Há hoteis melhores e piores nestas excursões, também tivémos algumas más experiências nas nossas...
    Obrigada pela reportagem....irei lendo e vendo os videos com mais tempo...( tenho muito).
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Eu é que agradeço a tua presença aqui. Fiz um documento para ser assinado pelos companheiros de viagem, expondo o que se passou. Dos 35, só 4 para além de mim e do meu marido assinaram. No entanto muitos deles, durante toda a viagem, protestaram por razões, a meu ver perfeitamente secundárias..
    Tentei ir ao site da Vivacidade ver a que horas era a apresentação amanhã (é amanhã ?) para ver se daria para eu ir, mas está desativado.
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar
  3. E depois do 10º porque não o 11º ?O Dubai era um deserto, hoje em parte dominado pelos estrangeiros que para lá vão via E.U. que é o verdadeiro dono da zona dos ricos. Os pobres, por lá continuam cada vez mais pobres, mesmo qure trabalhem na produção da riqueza. Era um sítio onde eu não quereria ir principalmente depois do que a Regina disse sobre a higiene nos hotéis. Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Eu também nunca iria propositadamente mas fazia parte do "pacote" ...
    Como vai essa saúde? Não se descuide
    Bj gd

    ResponderEliminar
  5. Não podia deixar de expressar a minha admiração pelas sua excelentes reportagens o que vem confirmar a minha opinião de que a Regina é das pessoas mais completas que eu conheço. Um grande beijo de muita amizade.

    ResponderEliminar