Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

sábado, 4 de janeiro de 2014

A pintura de Nadir Afonso ao som da música de Carlos Paredes


Nadir Afonso nasceu em Chaves em 1920..Diplomou-se em Arquitectura na Escola Superior de Belas-Artes do Porto.Em 1946, estuda pintura na École des Beaux-Arts em Paris(...)
Mais dados sobre  Nadir Afonso são apresentados  aqui num trabalho realizado numa escola do 1º ciclo e também aqui, ao som da música de carlos Paredes
Conheci pessoalmente Nadir Afonso, em 2005. No âmbito das comemorações do Ano Internacional da Física, ambos participámos no colóquio Einstein e a Teoria da Relatividade em Portugal: Simultaneidade e Perspectivas, que teve lugar a 24 e a 25 de Novembro.
No dia 24 as sessões decorreram na Cssa Museu  Abel Salazar e no dia 25, na  Reitoria da Universidade do Porto, de acordo com o programa anexo

9h00
III Painel
Einstein e a Teoria da Relatividade em publicações portuguesas até aos anos cinquenta
Prof. Doutor António Ventura
Einstein, o ícone e o herói popular
Mestre João Pedro George
A Imagem de Einstein no Cinema: da Ficção Científica à Ciência Ficção
Mestre António Reis

11h15
IV Painel
O que faz Einstein na minha sala de estar
Prof. Doutor João Lopes dos Santos
Física na Poesia. Poesia na Física
Mestre Regina Gouveia
Einstein - O Elogio da Invenção, o Elogio da Inteligência
Prof. Doutor Carlos Manuel Fragateiro

12h15 
Debate

14h30
V Painel
Arquitectura (s)
Arq.º Manuel Mendes
Einstein na obra de Xenakis - o movimento browniano
Prof. Doutor Cândido Lima, com a participação da violinista convidada Suzanna Lidegran
O Tempo e a Teoria da Relatividade
Nadir Afonso
Einstein, a Curiosidade e a Cultura Científica
Prof. Doutor Carlos Fiolhais

16h30 
Debate Final

Nesse dia tive o privilégio de almoçar ao lado de Nadir Afonso. O entusiasmo com que falava levava-o por vezes a excessos como o que deu lugar a grande polémica na sua intervenção, ao contestar a teoria da relatividade. Não obstante, era um prazer conversar com ele

Quanto a Carlos Paredes, o Mestre da guitarra portuguesa,  tenho alguns CD com obras suas, mas ao vivo só assisti a um concerto, de tal modo fabuloso que deixou uma marca indelével na minha memória.

Esta minha mensagem é, de certa forma, uma modesta homenagem a estes dois grandes vultos da cultura com projeção muito para além das fronteiras do país onde nasceram.

2 comentários:

  1. Olá Regina
    Compartilho da sua opinião sobre Nadir Afonso e Carlos Paredes. A última obra de Nadir Afonso foi um desenho para um leilão organizado pelo "Conselho Português para a Paz e Cooperação" (CPPC), muito pouco tempo antes de nos deixar.
    Tenho a honra de possuir um seu livro autografado.
    Quanto a carlos Paredes também assisti pelo menos a um concerto,mas na Festa do Avante.

    Um beijo grande ,Regina, de muita amizade e consideração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu filho mais velho foi algumas vezes à festa do Avante e gostou muito. Geralmente na altura estou em Trás-os-Montes mas gostaria de lá ir pelo menos uma vez
      Ab
      Regina

      Eliminar