Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Uma agradável surpresa....


Há dias quando, ainda na aldeia, acedia ao correio electrónico deparei com um e-mail do editor do meu livro  Magnetismo Terrestre,  dando-me conta do e-mail abaixo, que lhe fora dirigido

Prezados senhores:

A Rede Salesiana Brasil, responsável pela produção do material didático da Rede Salesiana de Escolas, está desenvolvendo um novo projeto didático para atender as suas escolas a partir de 2014.          

Trata-se de uma proposta pedagógica que objetiva, além de outras finalidades, desenvolver habilidades e competências em pesquisa, leitura e interpretação de diferentes fontes informativas em todas as disciplinas.

Para estudo em sala de aula, o autor Sérgio Ribeiro Frois selecionou o texto reproduzido abaixo para inclusão no material didático de Química para o 1º ano do Ensino Médio, a ser publicado na forma impressa, e na digital em ambiente virtual fechado (disponível no Portal Futurum para os usuários participantes da RSE, mediante senha pessoal de acesso), pelo prazo de 5 (cinco) anos, pelo que pedimos sua autorização.

Material didático da RSB: Química - 1º ano do Ensino Médio.

Autoria: Sérgio Ribeiro Frois.

Texto de terceiros a ser usado: GOUVEIA, Regina. Magnetismo Terrestre. Porto: Fundação Dr. Luís Araújo, 2006.

Big-Bang

Na minha infância,

o Universo estendia-se do Castelo até às Eiras,

envolvendo a Praça e o Cabecinho onde ficava a minha escola.

À volta eram ladeiras que velavam o sono do rio lá no fundo.

Era assim o meu mundo que, para mim, era maior que o infinito

e que em cinco linhas aqui ficou descrito, contrariando assim, à evidência, uma das conjecturas da ciência.

Desde o seu Big-Bang o meu Universo contrai-se, não se expande.

Atenciosamente,

Em face do e-mail o editor pretendia saber se eu autorizava a publicação do poema. É óbvio que autorizei. Fico contente ao ver que, mais uma vez, poemas meus viajam para longínquas paragens…

Já aqui referi em tempos que soube por acaso, que dois poemas meus constam no livro de Português, 3º ano, Alfa, Porto Editora.Tenho pena que os autores não tenham tido a gentileza de me abordarem, tal como agora foi feito.

Fiz este meu desabafo junto da Porto Editora que me ofereceu dois exemplares do referido livro  ( a edição anterior e a última edição, para o novo ano lectivo, com alterações face às novas metas curriculares).


 

3 comentários:

  1. Acho muito justo introduzir aquele seu poema em cadernos didáticos no Brasil. O poema é lindo e é de grande profundidade e conhecimento. Muitos parabéns,Regina. Bem os merece. Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Penso que a tua poesia não é suficientemente divulgada e tenho pena, pois além de ser excelente como literatura ´e certamente uma chamada de conciência para a Ciência, a Natureza e a sensibilidade humana em relação aos fenómenos que nos rodeiam.

    Parabéns!

    ResponderEliminar