Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Santo Antão da Barca


Em mensagem anterior fiz uma breve referência à festa em honra de Santo Antão da Barca, uma das grandes romarias do concelho de Alfândega da Fé, que tinha lugar  nas imediações de uma  capela, junto ao Rio Sabor.
Um tio meu, ao tempo oficial na Base Aérea nº1  fez, em 1947, fotos aéreas do local.


 

 A capela, situada no termo da minha aldeia, vai ficar submersa pela barragem e, por esse motivo, está a ser transladada pedra a pedra para um novo local.

Este ano a  festa realizou-se na aldeia e teve pouca afluência quando comparada com as festas  anteriores
 
Deixo algumas fotos da procissão acompanhadas do poema de António Lopes Ribeiro na voz de João Villaret

 




À noite, mais uma vez o ruído ensurdecedor mas desta vez, como foi longe de minha casa, incomodou-nos pouco.

 

2 comentários:

  1. A voz do João Villaret faz-me estremecer...lembro-me dos serões em família à roda da TV a preto e branco....cenas que nunca mais voltarão.
    Na Luz tb há uma procissão, para o ano devo lá estar em Setembro.
    Bjo

    ResponderEliminar
  2. Eu gostava de romarias. Hoje o barulho incomoda-me demasiado.
    Mas é sempre um prazer ouvir a "Procissão"na voz de João Vilaret.

    Um beijo.

    ResponderEliminar