Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Boas Festas

Acabo de chegar de Trás-os-Montes com muitas coisas interessantes para contar quando dispuser de algum tempo...Como não sei quando isso irá acontecer, deixo desde já   votos de Boas Festas


2 comentários:

  1. É um grande poema, Regina.Acho-o um pouco parecido com um seu que já uma vez li numa festa da UPP.
    Tudo de bom para si e toda a família.

    Um beijo muito amigo.

    ResponderEliminar
  2. venho menos por aqui....mas nem por isso aprecio menos.

    O Natal é uma época de contrastese a verdade vem ao de cima.

    Um abraço e desejos de felizes festas com os teus meninos.

    ResponderEliminar