Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Linear.Idades.

Cheguei ontem do meu Nordeste.Fui 5ª feira .
Na Casa da Cultura Mestre José Rodrigues, em Alfândega da Fé, está a exposição de fotografia Linear.Idades.
O autor é Paulo Tavares Pereira, um arquitecto.
Gostei imenso. Infelizmente não tinha comigo a máquina fotográfica e não havia catálogos para venda. Gentilmente facultaram-me cópia de uma das páginas do catálogo para consulta.
 Aqui fica

3 comentários:

  1. Olá Regina
    Um abraço.
    Eu li muito Erico Veríssimo. Do livro que cita não me lembro. Mas acho-o um bom escritor esquecido. Ainda há pouco reli Clarissa. Uma delícia.
    Também ainda não arranjei disposição para lhe falar, porque o meu marido continua muito deprimido e doente. Julgo que não é nada muito grave,mas quem sabe?!!!!!E eu com imensas dores nas costas e braço direito. A idade não perdoa. Eu reajo, mas o meu marido não.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Gosto imenso de Erico Verissimo, a minha mãe considerava-o o melhor escritor brasileiro e tinha tudo dos Livros do Brasil. Gostava bem de ver essa expo, gosto de sítios assim fora da cidade, tem mais ambiente. Serralves tem sido uma desilusão ...

    nem sabes a sorte que tens de ter uma casa no nordeste, onde podes estar fora de tudo....quem me dera!

    Graciete: As melhoras do seu marido e as suas. Coração ao alto!

    ResponderEliminar
  3. Erico Veríssimo foi talvez o escritor brasileiro que li mais cedo e tenho várias obras suas.Mais tarde vim a ler outros como Machado de Assis, José de Alencar, Guimarães Rosa,Graciliano Ramos, Raquel de Queiroz e Jorge Amado, o romancista brasileiro meu preferido. Actualmente gosto muito de Adriana Lisboa, que já recebeu o prémio Saramago e adorei o último livro de Chico Buarque (Leite derramado). Também gosto muito de poesia brasileira
    Drummond de Andrade, Vinícius, Manuel Bandeira, Cecília Meirelles, Mário Qintana, e Marcos Luchesi(um poeta ainda relativamente jovem).
    Quanto à casa no nordeste, vamos combinar uma ida lá, mas com o tempo mais quente.
    O convite é extensivo à Graciete e obviamente ao marido a quem desejo uma rápida recuperação
    Bj às duas

    ResponderEliminar