Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 30 de abril de 2012

SOS


Amazônia pede socorro é o título da mensagem colocada em De Rerum Natura


E este apelo lembra-me um poema já publicado em 2002

Amazónia

A floresta Amazónica é o pulmão do mundo
e, segundo a segundo, está a desaparecer,
porque homens, sem qualquer ideal,
para além do vil metal,
a mandam abater.
Rancorosos,  brutais,
mandaram abater o Chico Mendes e outros mais,
só porque eles não queriam ver
a Amazónia desaparecer.
A Amazónia é o pulmão do mundo,
a Amazónia não pode morrer.
A Amazónia é o pulmão do mundo,
a Amazónia não pode morrer.
A Amazónia é o pulmão do mundo,
a Amazónia não pode morrer.

In Reflexões  e Interferências


A pintura que segue de Calvo de Araújo é  uma, de entre outras, que pode encontrar na mensagem Pinturas amazónicas podem inspirar conservação da biodiversidade

Termino com Tributo a Chico Mendes 

3 comentários:

  1. Lindíssima agaurela...ou pintura...

    Depois de ter estado no Brasil e ter visto a floresta tropical, ainda que mais periférica, custa-me a acreditar que vão preservar a área imensa da Amazónia só para que o mundo industrializado possa respirar. Cada um tem os seus interesses e só pagando ao Brasil uma enorme soma para conservação da sua floresta, se vai conseguir impedir que eles pensem no seu desenvolvimento selvagem e especulativo. Não há muitas Beatrix Potters, que com o seu dinheiro de autora, compreou quase o Lake District inteiro, não permitindo qualquer veleidade aos construtores.

    Um dia os nossos trisnetos já não ouvir falar da Amazónia, a não ser como uma curiosidade. É triste.

    Belo poema, mas dramático.
    Vou-me contentando com o "meu jardim, que já foi uma quinta com o triplo do tamanho...enquan"to durar, aqui estarei a homenageá-lo!

    ResponderEliminar
  2. Desculpa as gralhas, Regina.

    Vejo mal e escrevo depressa, dois defeitos:)))

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  3. A ambição do ser humano é terrível. E assim vai destruindo a Natureza,sem qualquer respeito pela biodiversidade,absolutamente necessária para a conservação e evolução da vida.O professor Dalmindo, da UPP, costuma dizer que o Planeta ainda há de sobreviver à vida.

    Um beijo.

    ResponderEliminar