Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

domingo, 15 de janeiro de 2012

Os pássaros


Possivelmente muitos viram já o filme “Os pássaros” de Alfred Hitchcock que aqui recordo num excerto e em que várias aves enlouquecidas cortam a energia eléctrica, arrasam casas e atacam pessoas, chegando a matá-las selvaticamente

Um artigo publicado no passado dia 14, em Ciência Hoje adianta uma explicação para situações reais idênticas à ficcionada no filme

Neurotoxina é responsável por enlouquecer "pássaros de Hitchcock"


(...) Embora não tenha realmente acontecido e não haja registos de um ataque aviário tão sangrento, o argumento do cineasta baseou-se em factos reais. Dois anos antes da obra de Hitchcock, em 1961, os jornais californianos davam conta de uma história, na cidade litoral North Monterey Bay, onde pássaros marinhos tinham atacado.
As aves não agrediram directamente pessoas, mas empreenderam-se contra peixes, batiam em muros e paredes, desorientadas. Os acontecimentos pareciam saídos do livro «The Birds», publicado em 1952. E tal, como no cinema, não houve explicação para o que ocorreu.

Trinta anos depois, em 1991, a natureza resolveu recontar a história. Na mesma área, pelicanos apareceram desorientados e morreram aos milhares. Neste caso, uma equipa de biólogos marinhos conseguiu explicar o sucedido.
Encontraram vestígios de ácido domóico (DA), uma neurotoxina produzida por um tipo de fitoplâncton, que provoca envenenamento amnésico por mariscos (Amnesic Shellfish Poisoning - ASP), é um aminoácido excitatório que contém a estrutura do ácido glutâmico e semelhante ao ácido caínico. A substância foi encontrada em grandes quantidades no estômago de peixes da região, o principal alimento dos pássaros marinhos. A toxina pode chegar a concentrações fatais para os predadores que as ingeriram.

3 comentários:

  1. Não conhecia esses factos. Mas resultarão do mau comprtamento dos seres ditos inteligentes que tão maltratam a Natureza?

    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca vi o filme porque as primeiras imagens me assustaram a sério...e é dos poucos filmes de Hitchcock que não vi. Fenómenos destes devem ter uma explicação, acredito que seja essa. Espero que esta mensagem não desapareça como a que escrevi na outra entrada e desapareceu...

      Eliminar
  2. Tenho tido um problema e não tenho conseguido aceder aos comentários. Parece que foi resolvido.
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar