Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O Kefir

Nos princípios da década de 70, trabalhava o meu marido num atelier de arquitectura, quando o escriturário lhe falou na flor do iogurte, assim chamada  porque  colocada no leite o  transforma  em iogurte.



Ofereceu-nos um pouco e ainda hoje, em minha casa, o iogurte  é feito usando a flor cuja colónia  está sempre em crescimento. A flor inicial tem vindo, ao longo dos anos,  a  originar inúmeras  ofertas…

O Kefir foi considerado um presente de Alá pelas tribos muçulmanas das Montanhas de Cáucaso. e vem sendo cultivado e partilhado há séculos, por isso é considerado anti- ético o seu comércio. Kefir é uma palavra turca e significa: Sentir-se Bem ou Bom Sentimento.

Mas a que propósito resolvi falar do Kefir?

Em finais de 2011 nasceu o  projeto Ciência com Todos, projeto sem fins lucrativos e onde os seus intervenientes são voluntários.
Nasceu da vontade pessoal e sonhadora do seu criador Joao Pedro Cesariny Calafate
Aqui  poderá ler-se
Somos um grupo de pessoas/profissionais que estamos ligados à Ciência de diferentes e diversos modos, tendo todos em comum o facto de nos interessarmos muito por esta tão importante área do conhecimento humano e pela sua divulgação ao público em geral e aos jovens em particular.
O seu objectivo principal é fornecer aos jovens, e demais interessados, um espaço onde possam colocar as suas dúvidas acerca do mundo e do universo e onde possam encontrar respostas perceptíveis e cientificamente adequadas, dadas por especialistas de diferentes áreas da Ciência e Tecnologia.
 A comissão científica deste projecto é formada essencialmente por professores doutores universitários e/ou investigadores, especialistas, ligados aos diversos ramos da Ciência e da Educação em Ciência. 


No espaço em boa hora criado, podemos  colocar as nossas dúvidas, através de um fórum.
Uma das questões recentemente colocada  foi

O "kefir", também conhecido por "flor do iogurte", é utilizado para produzir iogurte a partir do leite onde é mergulhado. Que organismos fazem parte do kéfir? Inclui bactérias que vivem em simbiose? É conhecido o modo como interagem? Onde poderei encontrar informação fidedigna sobre este assunto?

 
Eis excertos da resposta (apresentada por Carlos Silva) :

O que nós chamamos de kefir é um conjunto de bactérias e leveduras a viver em comunidade, simbioticamente, ligadas entre si através de uma substância produzida por elas, a que chamamos biofilme(...).

(...)O kefir é portanto uma colónia de seres vivos, que quando colocada em substrato apropriado, é capaz de fazer processos fermentativos.

Ao transformar o leite (no caso que referiu) numa bebida saborosa esta colónia está na verdade a utilizar o substrato para crescer tanto ao nível do número de indivíduos da colónia, como a nível da quantidade de biofilme.

Se começar com uma pequena porção de flor do iogurte, após algumas utilizações terá uma porção maior. É portanto comum as pessoas oferecerem o kefir que entretanto surgiu a novos utilizadores, dando instruções orais de como tratar da colónia. Diferentes localizações e diferentes modos de cultivo irão resultar em combinações diferentes de bactérias.

Isto faz com que o kefir tenha uma forte componente tradicional e que se vá alterando ao longo do tempo. O kefir que os portugueses utilizam é composto por bactérias ligeiramente diferentes do kefir utilizado por franceses.

Portanto, é difícil dizer com exactidão que bactérias e leveduras fazem parte do kefir. No entanto sabe-se que entre 65% e 80% da colónia são bactérias da espécie Lactobacilli, sendo a maior parte restante bactérias do género lactococci e leveduras. As duas primeiras fazem fermentação láctica (que transforma o leite em iogurte, produzindo ácido láctico,) e as leveduras fazem fermentação alcoólica, produzindo álcool. (tal como acontece na fermentação pão ou na cerveja). Também é às vezes descrita a existência de bactérias produtoras de ácido acético (que são responsáveis por transformar o vinho em vinagre)...

(...)falámos dos organismos que fazem parte o kefir(...)  Falta saber, como é que elas comunicam entre si?
As bactérias comunicam entre si através de sinais químicos que libertam para o espaço onde vivem. Na superfície da célula existem receptores que se ligam a estes sinais químicos. Estas moléculas são como palavras de ordem que desencadeiam determinado mecanismo. Basta então que diferentes bactérias tenham receptores que identifiquem os mesmos sinais químicos para que todas estejam” a falar na mesma língua” e actuem em conjunto formando relações simbióticas.

Um dos mecanismos de comunicação mais famosos é o Quorum sensing. Este dá-se quando as bactérias, através da concentração destes sinais químicos no meio onde vivem ficam a saber que existe um número elevado de bactérias (ou baixo). Ao ultrapassar uma certa concentração destes sinais moleculares (portanto, ultrapassado um certo número de indivíduos que os produz) a colónia desenvolve uma resposta em conjunto. (...) no caso do kefir, formação de um biofilme.

15 comentários:

  1. Gostei d ler isto porque tanto tenho ouvido falar de kefir e não sabia bem o que era. É muito interessante.
    Julgo que tenho uma amiga que me disse que me ia dar um bocadinha de uma colónia. Mas já não me lembro quem foi, nem quando foi. Vou investigar.
    Quanto ao projeto Ciência Com Todos acho-o muito bom,mas a minha colaboração tem sido modestíssima.

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Quando quiser posso dar-lhe a "flor". Tenho vários "rebentos" disponíveis
    Quanto à colaboração com CT também tenho contribuído muito pouco
    Bjs
    Regina

    ResponderEliminar
  3. Fiz iogurtes durante anos para os meus filhos , mas usava outro iogurte simples para fazer os demais. Nunca tinha ouvido falar de Kefir. Muito interessante. Como estou sozinha e não sou especialmente amiga de leite , nem derivados ( desde pequena), não como muitos iogurtes e prefiro-os líquidos. Quanto ao voluntariado, ainda bem que há quem o estimule, pois nisso estamos atrasadíssimos em relação aos outros países, nomeadamente aos anglo saxonicos, que conheço bem. Dá uma mais valia aos jovens, experiência, esforço e generosidade, para alem do saber.

    Bjo

    ResponderEliminar
  4. Já ouvi várias pessoas ligadas a nutrição a dizer que não se deve beber leite de vaca, mas de soja. Sabes dizer-me algo sobre isso?

    Bjo

    ResponderEliminar
  5. Creio que tem a ver por um lado, com problemas de algumas gorduras animais
    e a sua relação com o colesterol, por outros com a lactose do leite a que algumas pessoas são "alérgicas".
    Ab
    Regina

    ResponderEliminar
  6. Quando houver oportunidade gostaria de ter um bocadinho de rebento. Obrigada Regina.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  7. Graciete
    Quando quiser. É só combinarmos um encontro.
    Bjs
    Regina

    ResponderEliminar
  8. Boa noite,
    Dª Regina será que a senhora me pode doar kefir? nuno_ricardo@iol.pt Cumprimentos,
    Nuno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só hoje vi o seu pedido mas dar-lhe-ei o Kefir com todo o gosto.
      É só combinar
      Até breve
      Regina Gouveia

      Eliminar
  9. Viva,
    Muito obrigado Dª Regina, como podemos então combinar? Este é o meu e-mail nuno_ricardo@iol.pt.
    Cumprimentos,
    Nuno

    ResponderEliminar
  10. Bom dia, há uns anos que perdi a flor do Kefir, seria posível vender-me um bocado? tenho saudades desse iogurte. Obrigado, fica o meu mail, alcaide.escritorio@sapo.pt

    ResponderEliminar
  11. Vender não vendo. Ofereço-lha com muito gosto.
    Vivo no Porto perto dos Bombeiros da Constituição.
    Aguardo o seu contacto

    ResponderEliminar
  12. Olá! Querida bom dia! Estou tendo dificuldades em obter os grãos de kefir (água e leite), a maioria dos sites falam em doações mais na verdade são verdadeiros comerciantes. Chega de engano!. Como faço para obter através de você a doação?
    E-mail: sandnissi@yahoo.com.br. Meu blog segue o seu. Agradeço a atenção.
    Sandra Ribeiro

    ResponderEliminar
  13. BOM DIA DONA REGINA QUERO MUITO O KEFIR COMO FAÇO PARA RECEBER ESSA DOAÇÃO GRATA MEU E-MAIL É EVANGELISTA_205@HOTMAIL.COM

    ResponderEliminar
  14. Só agora vi os dois últimos comentários.
    Eu vivo no Porto, Portugal.Proponho um encontro acaso vos seja fácil. Foi assim que já o cedi a outros comentadores desta mensagem
    Aguardo as vossa respostas
    Regina

    ResponderEliminar