Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"A criança é o amor feito visível."

Foi o poeta alemão Friedrich Novalis (1772-1801) quem disse: "A criança é o amor feito visível."
Como referi em mensagem anterior, no dia 28 de Novembro estive no Centro Escolar da Araucária, em Vila-Real. As imagens então colocados, dão ideia do carinho com que fui recebida por professores e alunos. Anteontem enviaram-me, por mail, mais um “mimo” que aqui deixo. Obrigada ao grupo de estágio e aos meninos e meninas da turma 09-4º ano da EB1 nº 7.


Hoje, e relativamente à  sessão com crianças na casa Barbot referida em mensagem anterior ,

recebi da editora esta foto


E porque  "o melhor do mundo são as crianças", termino com palavras de Eugénio de Andrade e com
Barcarolle dos  Contes d'Hoffmann ( ao som da qual muitas vezes adormeço os netos), na voz de Placido Domingo 

Em Louvor das Crianças


Se há na terra um reino que nos seja familiar e ao mesmo tempo estranho, fechado nos seus limites e simultaneamente sem fronteiras, esse reino é o da infância. A esse país inocente, donde se é expulso sempre demasiado cedo, apenas se regressa em momentos privilegiados — a tais regressos se chama, às vezes, poesia. Essa espécie de terra mítica é habitada por seres de uma tão grande formosura que os anjos tiveram neles o seu modelo, e foi às crianças, como todos sabem pelos evangelhos, que foi prometido o Paraíso.


A sedução das crianças provém, antes de mais, da sua proximidade com os animais — a sua relação com o mundo não é a da utilidade, mas a do prazer. Elas não conhecem ainda os dois grandes inimigos da alma, que são, como disse Saint-Exupéry, o dinheiro e a vaidade(…)..


Eugénio de Andrade, in 'Rosto Precário'

4 comentários:

  1. Não concordo inteiramente com Novalis - que estudei em Literatura Alemã - e muito menos com Rousseau, que acha as crianças puras e doces, antes de serem deformadas pelos adultos. A criança é encantadora e pode ser uma fonte de doçura e amor, mas também tem uma lado perverso, que surge bem cedo, até aos dois , três anos naquela fase em que se considera o centro do mundo e faz tudo para que os seus caprichos sejam satisfeitos. É fase dos ciumes dos irmãos, que se prolonga até à idade adulta e por vezes deixa marcas indeléveis.

    Mas é claro que, comparando as crianças com os adultos, estes últimos ficam a perder...

    Aconselho-te a leitura do romance : O Senhor das Moscas, que é sobre um grupo de crianças que estão sozinhas numa ilha, depois dum naufrágio. É arrepiante.

    Tudo o que tu fazes merece esse feedback seja das crianças, seja dos professores que te convidam. Será que a editora não pensa em pagar-te os direitos de autor?

    Bem sei que tu és filantropa e que irás até ao fim do mundo só para falar de poesia...ainda bem!

    Bjo

    ResponderEliminar
  2. Escrevi um comentário enorme e desapareceu. Tens moderação agora? Já me aconteceu três vezes...já não vou escrever mais nada....

    Bjo

    ResponderEliminar
  3. E tão precário o futuro das nossas crianças!!!!

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Não sei o que se passa, Regina, mas já desapareceram duas mensagens que escrevi para esta entrada. Já não escrevo mais....

    Bjo

    ResponderEliminar