Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Miragaia....

No passado dia 4 desloquei-me à escola de Miragaia, a convite da Professora Bibliotecária , Aurora Reis, em mais uma sessão de "ciência e poesia de mãos dadas"
Ainda antes da minha intervenção, alguns alunos lerem trabalhos seus. Aos professores e alunos, em geral, agradeço o carinho com que fui recebida

Uma foto da visita.
Mais fotos sobre a visita podem ser vistos aqui  .
A escola, um edifício moderno, segundo me informaram, projecto de um discípulo de Siza Vieira, tem umas vistas fabulosas sobre o rio.

Dali se avista também a Igreja de S. Pedro de Miaragaia , onde o meu pai foi baptizado. Era o segundo de uma família de  nove irmãos e os meus avós eram transmontanos, com uma grande paixão pela sua terra. Mas de entre os nove filhos só dois nasceram em Trás-os-Montes. Os demais foram nascendo em diversas localidades função da mobilidade do meu avô. Quando os três primeiros nasceram, o meu avô era funcionário na Alfândega do Porto, inaugurada alguns anos antes, pelo que moravam em Miragaia. Daí o meu pai ter e sido baptizado na igreja referida.

Entardecia


S. Pedro de Miragaia. Talha, azulejo, granito. Entardecia e eu ali.


Imaginei-te pai, junto à pia baptismal.


Pareceu-me até ouvir o repicar do sino e um soar de passos,


quem sabe, a madrinha transportando-te nos braços.


Junto à casa, no largo, o riso de cristal de um pequenito


quebrava o silêncio naquele entardecer que se esbatia no céu


como uma vaga.


Entardecia e eu ali, envolta numa saudade amarga e doce


que o tempo não apaga.

Poema escrito, há uns anos,  no dia em que fui visitar a referida igerja

3 comentários:

  1. Mais uma acção tão útil para os nossos meninos e um poema tão belo.

    Um beijo, Regina.

    ResponderEliminar
  2. Graciete
    Estranhei não a ver ontem na exposição da Virgínia. Foi muito giro.
    Tudo bem consigo?
    Um ab
    Regina

    ResponderEliminar
  3. Adoro os teus poemas, são tão sentidos, comovo-me sempre e ainda bem que estou aqui sozinha para não me verem chorar:)
    Ainda bem que Miragaia já tem escola nova, era uma zona degradada e com gente muito pobre. A minha sogra tratou muitos bébés que iam ao Instituto Maternal com as Mães.
    Obrigada por ontem....foi lindo.

    ResponderEliminar