Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Semana da Ciência e da Tecnologia

Aproximar a ciência do público é o objectivo principal da Semana da Ciência e da Tecnologia, organizada pela Ciência Viva, que este ano conta com mais de 300 iniciativas, com entrada gratuita, em todo o país. Até domingo, instituições científicas, universidades, escolas, associações, museus e os Centros Ciência Viva vão abrir as portas ao público para workshops, conferências, exposições, visitas guiadas, passeios científicos e projecção de filmes.
Quarta-feira assinala-se o Dia Nacional da Cultura Científica, dedicado a Rómulo de Carvalho. Este iniciativa foi instituída em 1997 para comemorar o nascimento deste cientista, divulgador de ciência, professor e poeta (in Ciência Hoje)


No âmbito da semana da Ciência e da Tecnologia estive em Alfândega da Fé(Agrupamento de Escolas), no Porto (Colégio dos Órfãos) e Arouca (Agrupamento de Escolas), com alunos desde o pré-primário até ao 9ºano, para falar de Ciência, de Rómulo de Carvalho e /ou de António Gedeão e de Poesia…

Espero em breve colocar algumas fotos das sessões mas para já deixo o meu agradecimento a alunos, professores bibliotecários, professores em geral, membros dos conselhos executivos, funcionários com que contactei, pela forma extremamente carinhosa com que fui recebida em todos os lados
Em Arouca o acolhimento foi de tal modo caloroso que as crianças quiseram autógrafos não só em livros que eventualmente adquiriram, como em folhas de papel (para si, e nalguns casos também para familiares). Para além disso brindaram-me com desenhos e textos.




Na EB1 surpreenderam-me com uma encenação do poema Era uma vez um ecoponto, do livro Era uma vez ciência e poesia no reino da fantasia
Também em Alfândega da Fé, numa das turmas foi feita uma leitura colectiva de um poema do meu próximo livro que, espero, seja apresentado no próximo dia 9, no Espaço Vivacidade
Nas várias sessões foram lidos poemas e feitas algumas actividades experimentais.

A referência a Rómulo de Carvalho/ António Gedeão foi também uma constante das várias sessões.
E é com o seu poema Lágrima de preta, na voz de Manuel Freire que termino esta mensagem

1 comentário: