Bem-vindo, bienvenido, bienvenu, benvenuto, welcome....


Silêncio cósmico

Pudera eu regressar ao silêncio infinito,

ao cosmos de onde vim.

No espaço interestelar, vazio, negro, frio,

havia de soltar um grito bem profundo

e assim exorcizar todas as dores do mundo.

Regina Gouveia

sábado, 17 de abril de 2010

A propósito de prémios

Um génio matemático, Grigory Perelman, acaba de ser contemplado com um prémio de um milhão de dólares por ter resolvido um dos sete problemas mais difíceis da matemática, mas é provável que o recuse.
A recusa de um grande prémio já não é novidade. Sartre, por exemplo,  recusou em 1964 o Prémio Nobel da Literatura

E a propósito do Prémio Nobel da Literatura, Miguel Torga foi proposto para o galardão mas não lhe foi atribuído.  O  mesmo aconteceu Jorge Amado que um dia referiu
Se existe alguém que escreve em português e merece o Nobel é Miguel Torga, não eu.
in  Miguel Torga- Fotobiografia
Esta humildade demonstra bem a grandeza de Jorge Amado, espcialmente quando comparamos a sua atitude com outras tão diferentes, mesmo aqui neste cantinho do Mundo

No último livro de Manuel Alegre ” O miúdo que pregava pregos numa tábua”, pode ler-se na página 37: (…) Mas na corrida, ao contrário da literatura, diz o miúdo que pregava pregos numa tábua ao receber um prémio literário, não há batota, ganha quem chega primeiro.

A Câmara Municipal da Guarda anunciou na quinta-feira, 21 de Janeiro, a criação do Prémio Literário Manuel António Pina, no valor de 2.500 euros, que tem como objectivo homenagear o escritor, natural do Sabugal, e “divulgar obras inéditas” de poesia e de literatura infanto-juvenil.
O anúncio foi feito pelo presidente da Câmara da Guarda, Joaquim Valente, no final do seminário intitulado “Manuel António Pina – Palavras para além das fronteiras”, realizado naquela dia na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, integrado no Ciclo Manuel António Pina dedicado ao escritor e poeta.
Joaquim Valente explicou que o Prémio Literário “pretende divulgar obras inéditas de poesia e de literatura infanto-juvenil, prestando, desta forma, homenagem ao grande escritor e poeta natural do distrito da Guarda”, acrescentando que o galardão que será atribuído anualmente, que premiará, de forma alternada, obras de poesia e de literatura.

Já por quatro vezes enviei um e-mail para a Câmara Municipal da Guarda pedindo informações sobre o referido prémio. Até hoje não tive qualquer resposta.
Consta que por vezes a “batota” começa na deficiente divulgação (intencional?) dos prémios .

1 comentário: